Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 7 de junho de 2012

BRASIL DO FUTURO: ELABORANDO ESTRATÉGIAS COM A ABORDAGEM DA GESTÃO SÓCIO TÉCNICA

Com o título "Brasil do Futuro: Elaborando Estratégias com a abordagem da Gestão Sócio Técnica", grupo de pesquisadores apresenta um modelo de gestão participativa, baseado em uma perspectiva sociotécnica, que pode contribuir para a emancipação de um pensamento político que seja capaz de formular uma visão de futuro de longo prazo.

 

O trabalho foi apresentado no "8th Annual International Conference on Computer Science and Information Systems", organizada pelo "Athens Institute for Education and Research (ATINER), na Grécia, de 21 a 24 de maio. A pesquisa contou com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

 

O texto abaixo é um resumo do artigo de autoria de Antonio J. Balloni, pesquisador do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), Paulo J.P. Resende, pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Andrew S. Targowski, da Western Michigan University, Department of Business Information System (WMU/USA).

 

"No decorrer de cinco séculos, o Brasil emergiu de uma realidade de terra primitiva e tornou-se um país multi-étnico, considerado uma das maiores economias mundiais, com seu território integrado e disposto a projetar-se como um ator relevante do complexo jogo de poderes mundial. No entanto, o País teve o seu pensamento político "capturado" por uma agenda econômica baseada em ciclos temporais cada vez menores - qüinqüenais, bianuais, anuais, semestrais, bimestrais, mensais ou mesmo ciclos de alguns dias de duração, perdendo a sua visão sobre o futuro desejado. Um modelo de gestão participativa, baseado em uma perspectiva sociotécnica, representa a oportunidade para a emancipação de um pensamento político que seja capaz de formular uma visão de futuro de longo prazo.

 

Dentro dessa perspectiva e considerando a abordagem sociotécnica, o presente trabalho promove a inovação no pensamento do gestor público/privado, hoje consolidado numa visão de curto/médio prazo. No modelo sociotécnico de gestão participativa, é proposto como instrumento de mudança o compartilhamento da informação e a implementação de uma visão comum, de futuro, através da incorporação, por todos os níveis do sistema educacional brasileiro e pela sociedade tomadora de decisões, dos princípios-chave estratégicos de um Brasil sustentável para o cidadão brasileiro."

 

Confira a íntegra do trabalho no link http://www.google.com/url?q=http%3A%2F%2Frepositorio.cti.gov.br%2Frepositorio%2Fbitstream%2F10691%2F247%2F1%2FGreece%25202012%2520-%2520paper6.pdf&sa=D&sntz=1&usg=AFQjCNHt9lF0cWqWmiRcI69lwa5i9ZPJbA

Nenhum comentário:

Postar um comentário