Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Podas de árvores podem gerar lucro

NotíciaO projeto pretende transformar os resíduos de podas de árvores em combustível e lenha para utilização em fornos de cerâmicas, olarias, pizzarias, padarias e lareiras

A cidade de São Paulo produz mensalmente 3.500 toneladas de resíduos provenientes de podas de árvores. A disposição e o transporte destes materiais custam em média R$ 855 mil por ano. Para transformar o gasto em lucro, alem de proteger o meio ambiente, o Departamento de Limpeza Urbana (Limpurb), da Secretaria de Serviços, lança, nos próximos meses, o Programa de Aproveitamento de Madeiras de Podas de Árvores - PAMPA.

O projeto prevê o aproveitamento do material o que vai, contribuindo para aumentar a vida útil dos aterros e reduzir o desmatamento. O PAMPA pretende transformar os resíduos de podas de árvores em combustível e lenha para utilização em fornos de cerâmicas, olarias, pizzarias, padarias e lareiras. Alguns tipos de madeira também poderão ser aproveitados na confecção de cabos de ferramentas e utensílios em geral, incluindo artigos domésticos, decorativos e esportivos, brinquedos, artesanato etc. As folhas e os galhos finos servirão de substrato para o composto (adubo) e serão encaminhados para uso em praças e jardins.

A princípio, será feito um projeto piloto que funcionará numa área a ser definida, da seguinte forma: os restos de podas de árvores, recolhidos em vias públicas, serão levados para o local onde receberão tratamento específico. Após a separação, o material será encaminhado a uma cooperativa conveniada com a Prefeitura de São Paulo para a comercialização. O Limpurb estuda a participação de outras cooperativas ou Organizações Não Governamentais (ONGs) no funcionamento de novas unidades. O programa completo prevê a instalação de 4 áreas.

Mais informações sobre o PAMPA podem ser obtidas pelo telefone (11) 3328-2840 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3328-2840 end_of_the_skype_highlighting.

Setor Reciclagem

fonte: Associação Guardiã da Água - www.agua.bio.br

referente a: iGoogle (ver no Google Sidewiki)

Nenhum comentário:

Postar um comentário