Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Carlos Henrique de Brito Cruz, da Unicamp, é um dos 12 cientistas que

O conselho encarregado de montar um comitê independente para revisar o
trabalho do IPCC (o painel da ONU para o clima) anunciou ontem os 12
cientistas que vão compor o grupo. Entre eles, está o brasileiro Carlos
Henrique de Brito Cruz, físico da Unicamp e diretor científico da Fapesp.
O líder do grupo será Harold Shapiro, economista e ex-reitor da Universidade
de Princeton. Ele é especialista em bioética e foi conselheiro científico do
governo dos EUA. O comitê foi montado pelo Conselho Interacademias, que
reúne academias de ciências de 15 países. Há cientistas de 11 países de
quatro continentes (a Oceania está fora). "A primeira reunião será na semana
que vem em Amsterdã. Lá será planejado o trabalho", diz Brito Cruz.
A ONU pediu a criação do grupo após erros terem sido apontados no relatório
de 2007 do IPCC, que rendeu ao painel o Nobel da Paz e hoje é usado para
embasar parte da negociação do acordo global do clima.
Um equívoco foi dizer que o gelo do Himalaia acabaria em 2035 -isso só deve
acontecerá em centenas de anos. A fonte dos erros eram dados de governos e
ONGs que não haviam passado por revisão científica.
Os erros apontados ganharam destaque após o chamado "climagate": caso de
roubo e divulgação de e-mails de alguns dos principais climatologistas do
mundo. Neles, os cientistas se mostravam avessos a compartilhar dados
científicos.
As recomendações do comitê independente serão enviadas à ONU até o dia 30 de
agosto.
"O que se pretende é que o comitê faça propostas para um IPCC cada vez mais
transparente e com base científica sólida, para que suas recomendações
tenham muita legitimidade", diz Brito Cruz.

referente a: iGoogle (ver no Google Sidewiki)

Nenhum comentário:

Postar um comentário