Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

FEIRA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA - INOVATEC - DIVERSAS TECNOLOGIAS SOBRE PROCESSAMENTO DE BIODIESEL E BIOMASSA FORAM MOSTRADAS - MG - 2010

Os visitantes da 6ª Feira de Inovação Tecnológica (Inovatec) que acontece na Expominas, em Belo Horizonte/MG mostram-se interessados em conhecer as inovações tecnológicas realizadas no País por empresas, universidades e instituições de Pesquisa e Desenvolvimento. O público visitante é formado por estudantes de várias universidades e institutos federais espalhados pelo Brasil, além de empresários, pesquisadores, professores, jornalistas e profissionais de diversas áreas.

 

O estande da Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, é composto por informações e tecnologias de quatro Unidades de Pesquisa, sendo duas localizadas em Minas Gerais, a Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas) e a Embrapa Gado de Leite (Juiz de Fora) e duas de Brasília-DF, a Embrapa Agroenergia e a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.

 

As tecnologias apresentadas no estande da Empresa chamam a atenção dos visitantes da Feira, especialmente as relacionadas à energia renovável. Nessa linha, dois projetos estão sendo demonstrados pela Embrapa Agroenergia. A produção de etanol a partir de matéria-primas lignocelulósicas como bagaço de cana-de-açúcar, capins, florestas energéticas e resíduos agrícolas. A segunda tecnologia é o “Biofrito”, projeto de produção de biodiesel a partir de óleo de fritura usado, realizado em parceria com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (CAESB), Emater-DF, Instituto Federal de Brasília.

 

A produção de biodiesel usando o óleo de fritura usado, que é um poluente da rede de esgotos, poderá ser uma solução ambiental para tirar esse contaminante do meio ambiente e transformá-lo em biocombustível, diz o engenheiro químico e pesquisador da Embrapa Agroenergia, José Dilcio Rocha, que está repassando as informações ao público da Inovatec. “O projeto Biofrito tem essa finalidade e isso foi um dos assuntos de maior interesse na Feira”, ressalta Rocha.

 

Aproveitando a estada em Belo Horizonte, o pesquisador visitou a empresa Recóleo, que faz a coleta de óleo de fritura usado em várias cidades do estado de Minas Gerais, para transformação em biodiesel. De acordo com a diretora da empresa, Nivia Freita, a Recóleo opera no mercado de reciclagem desde 2003 e atualmente coleta mais de 200 mil litros de óleo de fritura usado por mês. “Isso prova que estamos no caminho certo ao reciclar e transformar o óleo usado em biodiesel, um combustível renovável”, afirmou o pesquisador.

 

Outras tecnologias

 

A Embrapa Recursos Genéticos participa da feira com o Biorreator para clonagem de mudas. O equipamento, desenvolvido e patenteado pela Unidade é capaz de multiplicar mudas de culturas agrícolas com muito mais higiene, segurança e economia.

 

A Embrapa Gado de Leite apresenta quatro tecnologias na Inovatec. Uma delas é a Lolita – produção rápida de mudas de cana-de-açúcar a partir da micropropagação. Trata-se de um sistema de baixo custo para produção in vitro e aclimatação ex vitro de mudas de cana-de-açúcar. A técnica recebeu a sigla Lolita, referente ao termo “Large Output Low Input Technological Application”. Essa tecnologia poderá ser implantada, rapidamente, em viveiros de usinas de produção de açúcar e álcool.

A barra de cereais à base de pipoca de sorgo é uma das tecnologias que está sendo apresentada pela Embrapa Milho e Sorgo. O sorgo, utilizado na alimentação humana há séculos em diferentes países da Ásia e da África, pode ser mais bem aproveitado no Brasil na produção de farinhas, pães, bolos e outros produtos alimentícios. O produto possui uma capacidade antioxidante bastante elevada e esse é um dos diferenciais do cereal como alimento funcional.

 

Os interessados em conhecer essas tecnologias podem visitar o estande da Embrapa até sexta-feira (08), na Expominas, em Belo Horizonte/MG, de 14h às 21h.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário