Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Campanha coleta e paga por óleo de cozinha usado

A Prefeitura de Presidente Venceslau lançou uma nova campanha ambiental que pretende coletar óleo residual de cozinha. A iniciativa é viabilizada em parceria com a empresa Óleo & Óleo Ltda., da cidade de Lins, e visa incentivar a população para que se faça a destinação correta do óleo de cozinha usado, comumente jogado em pias, ralos, no lixo, e até mesmo diretamente no solo, causando infiltração e acarretando a contaminação do lençol freático.

O lançamento ocorreu na sexta-feira à noite na Câmara Municipal e foi acompanhado pelo prefeito Ernane Erbella, por diretores municipais da Prefeitura, vereadores e populares. A ação faz parte do Projeto “Município Verde-Azul” e também atende a uma indicação feita pelo vereador Serafim Gomes Ferreira.

A campanha ainda gratifica em dinheiro as pessoas a aderir. A cada seis litros de óleo de fritura usado entregues nos ecopontos em garrafas, tipo pet, de 2 litros, é possível trocar por 900 ml de óleo de soja novo ou ainda por um bônus, no valor de R$ 0,40 por cada litro. Foram definidos como ecopontos os supermercados Pinheirão, Pinheirão Master, Pires, Ulian e Hamada.

“Vamos mobilizar desde a dona de casa até empresários proprietários de estabelecimentos como bares, restaurantes, lanchonetes e buffets para que se engajem nesta campanha. Cuidar da natureza é dever de todos e desta maneira colocamos em prática o compromisso com a preservação do meio ambiente”, explica o diretor da Divisão de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (Daama), Álvaro Carlos da Silva.

O prefeito Ernane Erbella mencionou a importância da população em participar da campanha. “É uma iniciativa positiva que se reverte em benefícios para o meio ambiente e, por consequência, para toda a nossa geração e às que virão”, disse. De acordo com o prefeito, Venceslau tem se destacado nos temas de conscientização e preservação ambiental com campanhas como a de coleta seletiva de recicláveis, de recolhimento de lixo eletroeletrônico e a recém-lançada coleta de óleo de cozinha usado.

Ernane Erbella citou ainda os benefícios diretos da campanha para com a infraestrutura urbana e o meio ambiente. “Evitando que se descarte o óleo usado nas pias, diminuiremos consideravelmente a manutenção causada por entupimentos na rede de esgoto. Um dado preocupante é que com apenas um litro de óleo usado jogado no meio ambiente se contamina aproximadamente um milhão de litros de água potável”, disse.

Todo o óleo coletado durante a campanha será periodicamente recolhido para reciclagem pela Óleo & Óleo Ltda. que, por sua vez, repassará à JBS Biodiesel, sendo esta uma divisão pertencente à JBS, a maior empresa em processamento de proteína animal do mundo, que atua nas áreas de alimentos, couro, produtos para animais domésticos, biodiesel, colágeno, latas e produtos de limpeza.

O diretor executivo da Óleo & Óleo, Eduardo Pacheco Calissi, esteve no lançamento da campanha e fez uma exposição técnica sobre os trabalhos da empresa, de como o óleo usado é recolhido e beneficiado pela indústria, e de como fortalecer a proposta no município. “A campanha terá êxito se for acompanhada pela mudança de atitude da população, ou seja, com cada um fazendo a sua parte por um mundo melhor”, ressaltou Calissi.

A gratificação financeira pelo material será custeada pela Óleo & Óleo. A expectativa é de que sejam coletados inicialmente cerca de cinco mil litros de óleo sujo em Presidente Venceslau a cada mês.

A campanha conta com o apoio do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Consemma), Divisão de Água e Esgoto (DAE), Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo, Tiro de Guerra, Comunidade Cristã, Rotary Club, Maçonarias, Lions Clube, Lions Visão e de todos os supermercados.

Você Sabia?

- O óleo, depois de limpo, gera economia em reservas de óleo fóssil, pois pode ser empregado na fabricação de biodiesel;

- Um litro de óleo usado pode se transformar em 850 ml de biodiesel e ainda, 150 ml de glicerina bruta, que, ao passar pelo processo de bidestilação, resulta em 150 ml de glicerina pura, a qual é muito utilizada na indústria de cosméticos, entre outras;

- A decomposição do óleo de cozinha na natureza emite metano, um dos principais gases que causam o efeito estufa na atmosfera. (Com Assessoria de Imprensa)

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário