Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 16 de abril de 2011

EMPRESÁRIOS CONHECEM NOVA TECNOLOGIA DE PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEL

A Secretaria da Indústria e Comércio promoveu nesta tarde uma palestra sobre biocombustível produzido através da criação de algas, alimentadas com CO2 liberado, principalmente, das fábricas de etanol. O superintendente do Produzir, Júlio Pascoal, participou do evento e falou de como o Governo do Estado pode incentivar a aplicação da nova tecnologia em Goiás. “Nós temos o Produzir e os benefícios fiscais. Goiás se torna muito competitivo porque ele cruza benefícios com incentivos, o que reduz a carga tributária”, ressalta Pascoal.

O engenheiro Rafael Bianchini, sócio da Private Equity Group – Climate Consulting, que representa a empresa austríaca SEE-O-TWO e da norte-americana La Wahie Cooperation, (produtoras de biodiesel através da criação de algas) falou das vantagens de produção de biocombustível utilizando a nova tecnologia em Goiás. “O objetivo é apresentar a tecnologia e atrair o interesse dos usineiros e dos industriários de Goiás para implantar diversas fábricas através da reciclagem do CO2 para produzir biodiesel e etanol”, destaca Bianchini.

A criação de algas é viável para a produção de biocombustível e ainda para a produção de ração animal (peixes), fármacos, óleos, cosméticos e uso bioquímico. Rafael Bianchini garantiu ainda que a nova tecnologia é perfeitamente adaptada ao clima goiano e competitiva em relação aos biocombustíveis já utilizados no Brasil. Mais informações: (62) 3201-5514

Nenhum comentário:

Postar um comentário